CRP-PR toma posse no Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial do Paraná

O Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR) tomou posse no último dia 05 de junho no Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial do Paraná (Consepir). A instituição é representada no conselho pela coordenadora do Núcleo de Questões Étnico Raciais da Comissão de Direitos Humanos do CRP-PR, Daniela Francesca Malta dos Santos (CRP-08/IS-359), como titular, e pela conselheira do CRP-PR Semiramis Maria Amorim Vedovatto (CRP-08/06120), como suplente.

Para Daniela, a existência do Consepir é essencial. “Propor e acompanhar o desenvolvimento de políticas públicas por meio do controle social, sobretudo neste conselho que trata de temas referentes à questão racial, que é tão velada, mantida tão invisível, é também uma forma de ultrapassar essa barreira da invisibilidade”, afirmou.

“Quando as instituições representantes da sociedade civil estão lá presentes na reunião do Conselho, elas estão levando a voz e dando voz a essas populações representadas e também uma forma de monitorar e de exigir a garantia de direitos, que são os mesmos que estão na base da profissão de Psicóloga(o)”, complementa.

Daniela também acredita que a Psicologia pode contribuir com os debates promovidos na instância de controle social e igualmente esses debates poderão provocar reflexões sobre as práticas da Psicologia. “Hoje, não é possível separar o macro do micro, tudo está conectado. Eu posso estar no meu consultório, mas todas essas questões irão me impactar, e a minha prática irá impactar também a sociedade e suas relações.”

Além dos representantes do CRP-PR, foram empossados outros 12 representantes de instituições da sociedade civil e 14 representantes do poder público estadual, totalizando 28 conselheiros.

Funções do Conselho

O Consepir foi instituído pela Lei Estadual nº 17.726/2013 e tem o objetivo de deliberar e contribuir para a elaboração sobre as políticas públicas que promovam a igualdade racial no Estado do Paraná, combatam a discriminação étnico-racial, tenham como meta a redução das desigualdades sociais, econômicas, políticas e culturais, em consonância com o Estatuto da Igualdade Racial.