Notícia

Três novas comissões temáticas são criadas no CRP-PR

O CRP-PR aprovou a criação de mais três comissões temáticas, nas cidades de Maringá e Londrina. A constituição da Comissão de Psicologia e Saúde (Maringá), Comissão de Avaliação Psicológica (Maringá) e Comissão de Psicologia Jurídica (Londrina) foi aprovada na última plenária, realizada no dia 08 de novembro.

Comissão de Psicologia e Saúde

Esta comissão havia sido suspensa no início deste ano e agora foi reaberta aos antigos membros e também a novos interessados. A proposta atual é trabalhar de acordo com a Política Nacional de Saúde Mental instituída pelo Ministério da Saúde oficialmente em 2001 com a aprovação da Lei 10.216/01 visando atuar no fortalecimento da RAPS (Rede de Atenção Psicossocial).

Alguns dos objetivos do grupo são:

1. Discutir a atuação da(o) Psicóloga(o) na área da saúde, por meio de debates sobre temas relevantes para as(os) profissionais e comunidade em geral;

2. Mobilizar os meios de comunicação para divulgar este espaço de trabalho da Psicologia;

3. Promover eventos com as(os) profissionais da cidade de Maringá e região, visando construir espaços de trocas e gestação de novas propostas a serem implantadas nos serviços de saúde.

Comissão de Avaliação Psicológica

A formação de um grupo para discutir a Avaliação Psicológica veio da importância do tema na atuação da(o) profissional.

Os principais objetivos do grupo são:

1. Discutir assuntos pertinentes ao papel da(o) Psicóloga(o) frente à Avaliação Psicológica e assuntos afins ao tema;

2. Pensar na avaliação enquanto uma análise global do indivíduo e não apenas uma aplicação de testes em que o profissional trabalharia como técnico, ou seja, a avaliação moldada num raciocínio clínico pertinente à questão de um psicodiagnóstico, mas que possam ser aplicados em qualquer área de atuação da Psicologia;

3. Discutir a questão da formação em avaliação psicológica, desde a ementa e conteúdo, até a visão de homem que o avaliador psicológico deve ter;

4. Integrar profissionais que trabalham com a avaliação Psicológica e os professores do Paraná que ministram as disciplinas referentes ao tema;

5. Refletir sobre as condições necessárias para o desenvolvimento da Avaliação Psicológica nos diversos contextos nos quais psicólogos tem recebido demanda para tal prática, tais como instituições prisionais, escolas, Unidades Básicas de Saúde, CREAS, entre outros;

6. Fazer divulgação a respeito da avaliação psicológica para a comunidade no sentido de que saibam mais a respeito deste trabalho específico da(o) Psicóloga(o), no sentido de coibir abusos realizados na área que não são denunciados;

7. Elucidar acerca do tempo que a(o) Psicóloga(o) deve dispor para aplicação e análise dos dados e elaboração de relatórios e laudos;

8. Reavaliar nosso Código de Ética onde existem poucas diretrizes em relação à avaliação psicológica.

Comissão de Psicologia Jurídica

Os objetivos desta comissão foram delineados de modo a ampliar o diálogo sobre a atuação e regulamentação desta área da Psicologia e a relação com a Justiça:

1. Favorecer e estimular a participação das(os) Psicólogas(os) nas discussões da interface Psicologia e Justiça;

2. Promover eventos que objetivem divulgar a Psicologia Jurídica, realizando intercâmbios com operadores da Justiça;

3. Desenvolver e divulgar espaços de discussão/socialização das experiências e informações da atuação da Psicologia Jurídica;

4. Subsidiar trabalhos da comissão por meio da participação em reuniões externas dentro do interesse da Psicologia pertinente a comissão;

5. Promover espaços de diálogos acerca de temas relacionados à Psicologia jurídica;

6. Analisar as diversas demandas da comunidade e dos profissionais;

7. Contribuir na garantia dos direitos dos cidadãos usuários;

8. Contribuir na qualidade dos serviços psicológicos.

Se você tem interesse em participar de alguma comissão do CRP-PR, envie um e-mail para comissoes@crppr.org.br

Rolar para cima