Notícia

Seminário discute a democratização do acesso à Justiça

Na manhã deste sábado (09/11), último dia do Seminário Sistema de Justiça e Direitos Humanos no Paraná, a Psicóloga Ester Arantes e o advogado Darci Frigo compõem a 3ª mesa do evento, intitulada “Democratização do Acesso à Justiça”, discutem diversos aspectos relacionados ao modelo atual em que opera e se estrutura o Poder Judiciário no Brasil.

Ester Arantes problematizou as formas como, muitas vezes, a Justiça interfere na vida privada de membros e de populações minoritárias, como grupos indígenas ou participantes de grupos religiosos minoritários, como o candomblé, em defesa dos direitos humanos desses indivíduos e discutiu também as relações entre os serviços de Saúde e Educação oferecidos àqueles que precisam receber assistência diferenciada, questionando o verdadeiro valor inclusivo dessas ações que, muitas vezes, não se estruturam para tal.

Dando sequência à discussão do tema principal da mesa, a democratização do acesso à Justiça, Darci Frigo apontou aspectos mais próximos dos profissionais do Direito e criticou o modelo atual em que funciona o Poder Judiciário no Brasil, questionando as articulações entre a Justiça e os Direitos Humanos e o distanciamento dos processos das instituições judiciárias em relação ao indivíduo.

Rolar para cima