Notícia

Psicólogas paranaenses participam de projeto de ampliação da rede de Psicologia ligada à redesastre

Na última semana, as Psicóloga Marly Perreli (CRP-08/04561), Luana Sorrentino Suguimoto (CRP-08/23552) e Eveline Fávero (CRP-08/22258), que atuam como representante setorial  e colaboradoras, respectivamente, participaram de uma reunião no CEPED-PR (Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres) para estruturar cursos de capacitação de profissionais de saúde que possam atuar nos três estágios do desastre: antes, durante e após a sua ocorrência. No encontro, professores, pesquisadores e profissionais de Proteção e Defesa Civil também discutiram a formalização de um núcleo, bem como suas características. Segundo o CEPED/PR, o objetivo é formar uma rede de suporte especializado no amparo social de pessoas em situação de vulnerabilidade e de vítimas de desastres.

 

Leia também: Porta-vozes da esperança: atuação da(o) Psicóloga(o) em emergências e desastres

 

Depois que todos vão embora, o que acontece? 

Marly Perrely atuou, no final de 2016, no atendimento aos familiares das vítimas do acidente que vitimou o avião da Chapecoense. No entanto, depois que as equipes profissionais deixam os municípios afetados por uma tragédia, como fica a saúde mental das pessoas da região?

Este é o questionamento da Psicóloga em um vídeo que você confere aqui.

Rolar para cima