Notícia

Projeto de Lei do Senado prevê assistência psicológica obrigatória para atletas profissionais

 

Um Projeto de Lei do Senado (PLS 13/2012), de autoria do ex-senador Marcelo Crivella, tem por objetivo garantir acompanhamento psicológico para atletas profissionais.

A lei nº 9.615/98 (conhecida como Lei Pelé) já previa o acompanhamento, porém apenas para entidades formadoras. O PLS 13/2012 alteraria o texto da Lei Pelé para estender o benefício a todos os atletas profissionais. Segundo o autor do projeto, a assistência psicológica deve ser prestada pelo clube que emprega o atleta pois é “fundamental para a formação e desempenho dos atletas, que precisam ter boa saúde física e mental para enfrentar fortes doses de estresse e ansiedade nos momentos que antecedem e sucedem as competições”.

Crivella destaca também que “a falta de assistência psicológica pode acarretar prejuízos não apenas à pessoa do atleta, mas também ao seu clube, à sua família e às empresas patrocinadoras do esporte”.

 

O PLS 13/2012 está em consulta pública (clique aqui para participar) e já passou pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), onde recebeu parecer favorável da senadora Ângela Portela (PT-RR).

Segundo o portal Agência Senado, a proposta poderá seguir diretamente para a Câmara dos Deputados em caso de aprovação e, se não for apresentado recurso, para votação do texto pelo Plenário do Senado.

Rolar para cima