Notícia

Passeata pedirá pela volta dos cursos da Faculdade Evangélica do Paraná

Será realizada na próxima quarta-feira, dia 21 de janeiro, a “Passeata dos excluídos da Fepar” (Faculdade Evangélica do Paraná). A manifestação, organizada pelo Sindicato dos Professores (SinPes), tem por objetivo pressionar as autoridades para que voltem atrás na decisão de encerrar o funcionamento de sete cursos de graduação – Enfermagem, Medicina Veterinária, Nutrição, Psicologia, Tecnologia em Gestão Ambiental, Fisioterapia e Teologia, sendo que apenas o curso de Medicina se manteve ativo. A medida foi anunciada no dia 23 de dezembro, uma semana após a Justiça do Trabalho decretar intervenção judicial tanto na faculdade quanto no Hospital Universitário Evangélico – ambos administrados pela Sociedade Evangélica Beneficente(SEB).

De acordo com nota publicada no site do sindicato, “o interventor indicado para administrar a crise da instituição no dia 17 de dezembro, não teria, em menos de 24 horas, condições de fazer uma checagem nas finanças da Evangélica, descumprindo, assim, a determinação judicial”. Desta forma, os 135 docentes demitidos pedem que o interventor seja destituído do cargo e nova averiguação das contas da instituição seja realizada. Ainda segundo a nota do sindicato, a planilha financeira da instituição demonstra que os cursos de Medicina, Veterinária e Psicologia dão lucros, e que os prejuízos dos demais cursos são inferiores aos resultados positivos dos primeiros.  

Aos alunos, o Sindicato garantiu que podem esperar para realizar matrícula em outras instituições, pois esta estaria garantida em caso de insucesso nas negociações.

O ato será realizado no dia 21, às 11h, em frente aos portões da Fepar na Rua Padre Anchieta, nº 2770. De acordo com a página do evento no Facebook, todos devem ir de camiseta branca, jaleco e carteirinha, e podem levar faixas e cartazes.

Às 12 horas os manifestantes sairão em carreata que se dispersará na Rua Vicente Machado, nas proximidades do Ministério Público do Trabalho.

Rolar para cima