Atendimento Online

As orientações quanto à prestação de serviços psicológicos realizados por meios de tecnologias da informação e da comunicação constam na Resolução CFP nº 011/2018. Os serviços possíveis a serem prestados, bem como os cuidados a serem tomados, estão expressos na resolução mencionada, fazendo-se necessário sua leitura na íntegra.

A(O) Psicóloga(o) que vier a prestar serviços a distância (por telefone, Skype, aplicativos, e-mail, etc.) deverá solicitar autorização prévia do Conselho Federal de Psicologia (CFP) por meio de um cadastro de Pessoa Física. Para dar entrada nesta esta solicitação, acesse e-psi.cfp.org.br

            Informamos que, desde a publicação da nova resolução sobre o tema, não é mais necessário ter um site cadastrado para a oferta do serviço, mas apenas o cadastro no E-Psi. Os sites que já estavam aprovados de acordo com a resolução anterior (Resolução CFP nº 011/2012) permanecem autorizados até o final do período indicado no selo de aprovação.

Informamos que só poderão realizar o cadastro no E-PSI as(os) Psicólogas(os) que residem no Brasil.

 É de responsabilidade de cada profissional verificar a viabilidade dessa forma de atendimento em cada caso, bem como a adequação do local de atendimento, garantindo as condições exigidas no Código de Ética Profissional do Psicólogo (sigilo, registro e guarda dos documentos, etc.). Essa modalidade de atendimento não dispensa a obrigatoriedade da produção de registro documental, conforme a Resolução CFP nº 001/2009.

Após a emissão do Parecer Final pelo CRP, a(o) Psicóloga(o) receberá e-mail do CFP com as respectivas informações. Psicólogas(os) inscritas(os) no Paraná recebem também um Ofício Circular elaborado pela Comissão de Orientação e Fiscalização com orientações e recomendações sobre a atuação por meio de tecnologias de informação e comunicação (TICS).

 Ofício Circular COF 4790/2018

RESOLUÇÃO CFP Nº 010/05 – Aprova o Código de Ética Profissional do Psicólogo. 

RESOLUÇÃO CFP Nº 011/2018 – Regulamenta a prestação de serviços psicológicos realizados por meios de tecnologias da informação e da comunicação e revoga a Resolução CFP N.º 11/2012.

Rolar para cima