Notícia

Oficina leva nova perspectiva de trabalho a Psicólogas(os) de Londrina

O que muitos dos 27 participantes da Oficina de Sensibilização para a Metodologia Freireana em Londrina esperavam do evento era conhecer mais sobre a teoria de Paulo Freire e aprender a colocá-la em prática em seu dia-a-dia profissional. Alguns já traziam consigo algum conhecimento, outros estavam ali para começar do zero. Para todos, a socióloga e educadora popular Ana Inês Souza tinha preparado uma aula sobre aquilo que Freire deixou de contribuição ao quefazer da Psicologia. 

Ao longo dos dois dias, vários questionamentos surgiram: Que semelhanças e diferenças existem entre a realidade salvadorenha referida pelo autor e a realidade brasileira atual?; As tarefas propostas por Martín-Baró às(os) Psicólogas(os) nos anos 1980 têm validade nos dias atuais aqui no Brasil?; Há convergência entre as tarefas propostas e a metodologia freireana apresentada nesta oficina?

E, ao serem questionados, os participantes tiveram um contato rico com uma nova perspectiva para pensar a Psicologia.

“Penso que a Oficina foi um espaço potencializador, pois possibilitou debates amplos e reflexivos. Pensar, compartilhar e elaborar formas de atuação na Psicologia através do estudo da metodologia freireana, foi impulsionador, no sentido de provocar transformação, desconstrução e reconstrução, denunciando a desumanização e anunciando a humanização”

“Consegui esclarecer ideias sobre a teoria de Paulo Freire. A exposição dos conteúdos foi dinâmica, pois surgiram questionamentos, opiniões, dúvidas que foram esclarecidas”

“As trocas de experiências e aprendizados vividos na Oficina, trouxeram-me problematizações a respeito do papel/atuação do profissional Psicólogo. Como repensar a relação que desempenhamos atrelada ao saber-poder que nos atravessa, valorizando e reconhecendo as diferentes realidades?”

“Esta Oficina, como deve ser, me estimulou a continuar o questionamento sobre minha prática, que já havia iniciado no trabalho. Também auxilia no sentimento de que há uma renovação de energias para retornar ao trabalho”

E se você está na região de Pato Branco, não perca a próxima etapa da Oficina, que acontece na cidade nos dias 19 e 20 de junho. Inscrições aqui.

Rolar para cima