Notícia

Jornada abordará temas como psicanálise e valores da sociedade

Jornada de Práticas Clínicas e Psicoterapia começa amanhã (24). Para já saber um pouco do que vai ser discutido neste evento tão esperado – as vagas já estão esgotadas! – conversamos com dois participantes do evento, que nos contaram um pouco sobre a contribuição que vão trazer em suas falas.

Psicanálise e Psicologia

Ana Suy Sesarino (CRP-08/13236), que atua como psicanalista no atendimento de crianças, adolescentes e adultos no Espaço a – Instituto de Psicologia e Psicanálise, participará da mesa-redonda “Contrato e Vínculo”. Sesarino pretende trazer ao público uma discussão sobre a ética da psicanálise e sua interlocução com as práticas psicoterapêuticas. “Vou falar sobre de que modo a psicanálise é possível nos contextos do que se chama de psicanálise aplicada, que é justamente esse espaço das instituições, psicoterapias de grupo, convênios, etc”, conta ela. “Freud disse que todo tratamento que utilizasse o manejo da transferência como motor poderia ser chamado de psicanálise. É por aí que pretendo discorrer a minha fala”, adianta a Psicóloga. Para ela, a importância do tema está no fato de a psicanálise ser acolhida pela Psicologia, porém sem a mesma linha de abordagem. “Psicologia e psicanálise são coisas muito diferentes, o que gera alguns conflitos no modo de entender de que modo essa parceria entre as duas se dá. Por isso é importante pensar na psicanálise como uma ética”.

Psicóloga Ana Suy Sesarino fala sobre psicanálise

Necessidades fabricadas

Rodrigo Soares Santos (CRP-08/07213), Psicólogo Perito e Assistente Técnico, compõe a mesa “Judicialização e medicalização da Sociedade: Impactos na Clínica”. “Vou falar dos valores sociais atuais, sociedade de consumo, frustrações desnecessárias, mídias sociais e exposição pública da intimidade, além da educação dos filhos e futuras gerações e o uso de drogas lícitas e ilícitas”, conta.

Para ele, o evento será útil para que as(os) Psicólogas(os) estejam preparadas(os) para diferenciar entre necessidade essenciais e fabricadas.

Psicólogo Rodrigo Soares Santos compõe mesa sobre judicialização e medicalização da sociedade

E aí, quer saber mais? A Jornada começa amanhã (24) às 18h e sábado (25) às 8h30. Participe! 

Rolar para cima