Notícia

FCRAS-PR busca articulações para ampliação de vacinação

No último dia 19, o Fórum dos Conselhos Profissionais da Área da Saúde do Paraná (FCRAS-PR) realizou reunião online para buscar encaminhamentos frente à urgência da vacinação das(os) profissionais de saúde no estado, considerando ações que gerem a inclusão das(os) profissionais que ainda não tenham sido vacinadas(os) nos planos de imunização.

Participaram do encontro virtual representantes do Conselho Regional de Farmácia do Estado do Paraná (CRF-PR), Conselho Regional de Biomedicina da 6ª Região (CRBM), Conselho Regional de Fisioterapia e de Terapia Ocupacional da 8ª Região – Paraná (CREFITO-8), Conselho Regional de Nutricionistas da 8ª Região (CRN-8), Conselho Regional de Fonoaudiologia – 3ª região (CREFONO-3), Conselho Regional de Educação Física – 9ª Região (CREF-9), Conselho Regional de Psicologia do Estado do Paraná (CRP-08) e Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Paraná (CRMV-PR).

O evento abordou a viabilidade de reunião do FCRAS-PR com o Secretário de Saúde do Estado para solicitar a vacinação imediata de todas(os) as(os) profissionais de saúde, reconhecendo a necessidade de superação do cenário de escassez de imunizantes. Também foram consideradas as situações de municípios como Maringá e Curitiba, nos quais divergências nas bases de dados ou mudanças de procedimentos prejudicam o andamento da vacinação. O FCRAS-PR buscou, ainda, delimitar critérios objetivos que possam ser aplicados na convocação dessas(es) profissionais, além de avaliar medidas jurídicas pertinentes ao programa de imunização.

O Fórum salienta que a coordenação e organização da vacinação são de responsabilidade dos Municípios e do Estado. Porém, juntos, os Conselhos reivindicam celeridade na vacinação, já que as entidades identificaram centenas de profissionais de saúde que ainda não receberam a vacina. “Sob a condição de Fórum, o nosso posicionamento é muito importante, ainda mais no contexto da vacinação contra a Covid-19. É fundamental discutirmos o processo de imunização em Maringá, tendo em vista que a Prefeitura já solicitou aos Conselhos informações sobre o número de profissionais não vacinadas(os)”, afirmou a presidente do CRBM e representante do FCRAS-PR, Janaína Naumann, durante a reunião.

O FCRAS-PR defende a vacinação para toda a sociedade, e compreende a necessária imunização das(os) profissionais de saúde, para que elas(es) possam seguir atuando na linha de frente contra a Covid-19 e, dessa maneira, sejam capazes de atender a população. O grupo segue comprometido com a promoção de saúde para toda sociedade, o que, neste momento, passa necessariamente pela aceleração no processo de vacinação.