Notícia

Eventos em três cidades debatem Psicologia e migrações

No último sábado (13), o Núcleo de Psicologia e Migrações (NUPSIM) promoveu mais um “Dialogando com Psicólogas(os) e sociedade sobre migrantes, refugiados e apátridas”, desta vez em Foz do Iguaçu. O mesmo evento já havia acontecido nas sedes em Londrina e Curitiba.

Em julho, Psicólogas(os) e sociedade se reuniram em Londrina para falar sobre migrações

O NUPSIM surgiu em agosto de 2015 com a proposta de debater a temática das migrações à luz da Psicologia e trabalhar em prol desta população. O “Dialogando” já acontecia em Curitiba desde então, mas foi a primeira vez que as cidades do interior foram contempladas na agenda. No dia 30 de julho, o encontro ocorreu na sede do CRP-PR em Londrina, quando reuniu Psicólogas(os), estudantes e outros profissionais, contando com representantes da Cáritas e Pastoral do Migrante, instituições que atuam com migrações e refúgio naquela cidade. Este momento propiciou uma maior aproximação da sede Londrina por meio da Comissão de Direitos Humanos com essas outras instituições.

Neste primeiro contato com profissionais e sociedade no interior do Estado, o coordenador do NUPSIM, Douglas Marques de Oliveira (CRP-08/19782), conta que foi feito um apanhado histórico do grupo. “Falamos dos desafios que a Psicologia enfrenta para trabalhar com este público, a dificuldade de lidar com diferentes culturas e o desenvolvimento de Políticas Públicas no Paraná”, disse, lembrando que o relato de uma estudante em Londrina mostra como é possível ajudar mesmo sem ser formado.

No dia 6 de agosto, a atividade aconteceu na sede de Curitiba, quando as Psicólogas recém-formadas Elen Patricia Piccinini e Maria Cristina Palomé apresentaram sua pesquisa realizada em uma Escola Pública de Curitiba, onde estudaram crianças de famílias migrantes.

 

A região de Foz do Iguaçu recebeu o NUPSIM no último sábado (13)

 

No dia 13 de agosto, foi à vez do NUPSIM realizar o Dialogando no setorial em Foz do Iguaçu, que obteve, em sua maioria, a presença de estudantes do 8º e 10º período, angustiados com a ausência do tema em seus currículos. Alguns já realizam estágio em lugares que se deparam com migrantes e com a temática dos Direitos Humanos. Como Foz é uma cidade turística e de fronteira, além de abrigar a Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), a presença de estrangeiros é uma constante, assim como o tráfico de pessoas. Visto que o tráfico de pessoas é presente em nossa realidade e precisa ser discutido, este será o tema do próximo Dialogando que o NUPSIM realizará em Curitiba, no dia 03 de setembro, às 09h30, na sede do CRP-PR. Participe!

Rolar para cima