Dia da Consciência Negra. O que a Psicologia tem a ver com isso?

24
Nov
08h
30
Londrina
Auditório da Torre Montello (Subsede CRP-PR)
Avenida Ayrton Senna da Silva, 550, sala 1101, Torre Montello, Gleba Fazenda

Informações

O racismo tem “sido uma ideologia que opera poderosamente na sociedade como motor de desigualdades que engendram as precárias condições de existência do povo negro”. Estas são as palavras contidas na apresentação do documento lançado no ano de 2017 pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) e o Centro de Referências Técnicas em Psicologia e Políticas Públicas (CREPOP) intitulado “Relações Raciais: Referências Técnicas para a Prática da(o) Psicóloga(o)”.

Pensar as questões referentes aos elementos de adoecimento do sujeito negro é de fundamental importância no trabalho da(o) profissional de Psicologia e infelizmente ainda pouco problematizado pela categoria geral de Psicólogas(os).

Neste sentido, o evento é pensado como um momento de pausa para que a(o) profissional que atua nas mais diversas áreas, com os mais variados sujeitos, pense e repense o racismo e as formas de intervenção e atuação para sua superação desta forma de violência.

Inscrições gratuitas:

Programação completa:

24 de novembro

8h30 – Credenciamento

9h – Abertura

9h15 – Momento Cultural | Maracatu Semente de Angola

9h35 – Mesa-redonda | Racismo e Psicologia na contemporaneidade

Racismo e as implicações para a saúde do sujeito – Psic. Fernanda Almeida Pedroza (CRP-08/21395) 

Contribuições teóricas da Psicologia nas relações raciais – Psic. Hernani Pereira dos Santos (CRP-08/19004)

Enfrentamento político ao racismo: o movimento negro e a luta como função terapêutica – Psic. Paulo Vitor Palma Vanasconi Navasconi (CRP-08/25820)

Moderador: Psic. Paulo Henrique de Aguiar (CRP-08/19464) 

11h15 – Debate

12h – Encerramento

Rolar para cima