Evento em Londrina aborda saúde mental de trabalhadores

Evento reuniu cerca de 60 pessoas para debater a saúde mental de trabalhadoras e trabalhadores

Transtornos mentais e comportamentais representam a terceira maior causa de afastamentos do trabalho no Brasil. Este dado dá uma dimensão da importância da temática abordada na I Jornada de Saúde Mental no Trabalho, promovida no dia 27 de outubro pela Comissão de Psicologia Organizacional e do Trabalho do Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR) de Londrina em parceria com a UNOPAR. 

“Percebemos que, em muitas situações, a empresa não sabe como administrar os problemas de saúde ocupacional ligados à esfera psicológica e psicossocial”, avaliou o coordenador da Comissão, Psicólogo Márcio André Maciel (CRP-08/23954). 

A saúde mental é o melhor caminho para todas as organizações. Ela deve ser o foco de nossa escolha diária em relação no que fazemos e quando fazemos.

Psicólogo Márcio André Maciel (CRP-08/23954)

A Psicologia pela saúde mental

O cuidado com a saúde mental dos funcionários de uma empresa começa dentro dela, com bons projetos de gestão. “A avaliação psicológica e psicossocial podem contribuir para a saúde mental do trabalhador”, afirma Márcio. Em alguns casos, no entanto, medidas simples como mudanças no layout podem trazer benefícios na organização, segundo contou o Psicólogo Guilherme Alcântara Ramos (CRP-08/21249), que também trouxe aos presentes experiências e dados para debate.

E, se a equipe precisa de cuidados, a(o) profissional de saúde também merece atenção. Foi sobre a esta temática que a Psicóloga Carolina de Souza Walger (CRP-08/11381) falou durante o evento. “Com seu mapa mental, ela foi genial relatando sobre a relação do trabalho influenciando tanto o colaborador operacional e como o colaborador gestor. Com foco neste gestor, por muitas vezes temos a ilusão de que o profissional da saúde não sofre com problemas de saúde, que ele é um ser perfeito”, contou o coordenador da Comissão.

Sob a tutela do Psicólogo Sérgio Luis Ferraz Spinato (CRP-08/04902), os presentes no evento puderam, ainda, pensar sobre questões como a responsabilidade pelas escolhas profissionais. “Seja por motivação pessoal ou necessidade financeira, trabalhar é uma de nossas principais atividades. Ele tem espaço inquestionável em nossas vidas diárias”, destacou Márcio ao avaliar a importância deste momento de reflexões.

A mesa foi multidisciplinar e comporta por Psicólogas(os) e Advogados.

O Direito no respaldo das relações de trabalho

Os problemas advindos das relações de trabalho podem, algumas vezes, extrapolar o ambiente organizacional. É aí que entra o Direito, para respaldar os envolvidos nestas ações.

O Advogado Mario Sergio Dias Xavier (OAB-25817/PR) destacou que a lei dá margens à interpretação e isso traz riscos psicossociais nas relações e nos programas de saúde do trabalho.

Rolar para cima