Notícia

Curitiba promove semana de atividades em comemoração ao Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

Hoje (03), é comemorado o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, que desde 1998 tem como objetivo promover uma maior compreensão sobre a deficiência e a conscientização dos direitos que estas pessoas possuem. Ainda nesta semana, dia 05, é comemorado o Dia Mundial da Acessibilidade e, aproveitando as duas datas especiais, a Secretaria Especial dos Direitos da Pessoa com Deficiência promove uma semana preparatória para o Dia da Cidadania Especial (Dices), repleta de atividades dedicadas ao assunto.

Entre as atividades estão debates, esporte, lazer, apresentações musicais e circenses na Boca Maldita, e casamento coletivo para pessoas com deficiência no Dices. No sábado, dia 05, será a vez do parque Barigui receber atividades de lazer e cidadania. Uma das atrações será o projeto Inclusão + Bici, que vai disponibilizar bicicletas Tandem (com dois e três lugares) para serem usadas por pessoas com deficiência e mais alguém em auxílio, como familiares ou voluntários do projeto. Para a secretária da Pessoa com Deficiência, Mirella Prosdócimo, estes são eventos importantes porque ocorrem em um momento de mudanças fundamentais para as pessoas com deficiência.

Para conferir a programação completa, clique aqui

Foto Everson Bressan/SMCS

Uma das atividades previstas para sábado no parque Barigui é a Inclusão+Bici, que vai emprestar bicicletas Tamdem

Psicóloga(o) na educação inclusiva

A partir de 2016, a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência determina que nenhuma escola, pública ou particular, poderá recusar o estudante com deficiência. Se isso acontecer, será considerado como um crime passivo de punição com multa e prisão de dois a cinco anos. O papel da(o) Psicóloga(o) escolar neste meio é muito importante para promover a inclusão e o relacionamento entre as crianças e adolescentes, quebrando as barreiras do preconceito. Sendo a escola um ambiente de debate e estimulo à discussão, a(o) Psicóloga(o) ajuda a inserir a acessibilidade para que os direitos e o bem-estar dos deficientes sejam garantidos e cada vez mais sejam olhados de forma natural e com igualdade. 

Rolar para cima