Notícia

CRP-PR se torna signatário do “Manifesto em Defesa de uma Psicologia Comprometida com a Saúde Mental da População Negra”

O Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR), como instituição comprometida com a luta antirracista, aderiu ao “Manifesto em defesa de uma Psicologia comprometida com a saúde mental da população negra” da Articulação Nacional de Psicólogas(os) Negras(os) e Pesquisadoras(es) (ANPSINEP).

O documento ressalta as circunstâncias adversas nas quais a sociedade brasileira se encontra — “[…] a crise econômica e social, política e democrática, as precárias condições de trabalho e atuação diante da pandemia e suas consequências” — e reivindica “que os saberes psicológicos estejam a serviço do povo brasileiro”. Além disso, o manifesto entende necessário que o Sistema Conselhos de Psicologia atue no resguardo do fazer profissional, mas, igualmente, “no amparo aos atendidos diante de possíveis negligência desses profissionais”.

Neste contexto, o manifesto destaca como estas adversidades atingem, com mais hostilidade, a população negra, sujeita ao racismo e à violência cotidiana, e o papel da Psicologia em defender as vidas negras intransigentemente e promover a saúde mental desta população — “é imperativo que o tema da saúde mental da população negra não ganhe só visibilidade a partir das reivindicações e proposições do Movimento Social Negro, mas também que as diferentes entidades do campo da psicologia e da sociedade civil contribua concretamente para que o lema Vidas Negras Importam ganhe materialidade”.

 

Campanha “Saúde Mental da População Negra – Importa!”

O manifesto fala ainda sobre a campanha “Saúde Mental da População Negra – Importa!”, que “[…] é um chamado a todos os setores da sociedade brasileira para fazer adesão”. A campanha pode ser encontrada no YouTube.

 

 

Rolar para cima