Notícia

CRP-PR se une a pedido de ajuda para população do Amapá

O Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR) se solidariza com toda a população amapaense que sofre, há uma semana, com as consequências do incêndio que atingiu uma subestação de energia do Estado.

A falta prolongada de energia elétrica provocou o encadeamento de prejuízos em diversos setores da sociedade amapaense. Dentre as consequências sentidas pela população estão o desabastecimento de comércios, perdas econômicas, insegurança alimentar, irregularidades no fornecimento de água, conflitos por bens de primeira necessidade, entre outros problemas.

O cenário atual submete as(os) 765 mil habitantes do Estado a condições degradantes, o que pode agravar a já existente crise sanitária provocada pela Covid-19. Neste contexto, destaca-se também a lentidão na resolução das adversidades geradas pelo incidente na subestação.

O CRP-PR une esforços e reitera o pedido de ajuda feito pelo Conselho Regional de Psicologia do Pará e Amapá (CRP-10), que representa uma categoria profissional profundamente afetada pela crise, bem como a sociedade como um todo. Como pontuado pelo CRP-10, a situação caótica em que o Estado está imerso “influencia diretamente nas condições de saúde física e psicológica do povo do Amapá”.

Rolar para cima