Notícia

CRP-PR se reúne com outros órgãos para debater sobre a manutenção do veto ao Ato Médico

Na noite da última quinta-feira (01), o Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR) participou da reunião para debater a questão do Ato Médico com o deputado federal Professor Sérgio de Oliveira. O evento aconteceu na sede do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Paraná (Crefito-8) e teve o objetivo de traçar novas estratégias envolvendo conselhos, associações, sindicatos, coordenadores de cursos da área da saúde, centros acadêmicos e demais entidades para fortalecer a luta contra o Ato Médico e manter o veto assinado pela presidente Dilma Rousseff.O CRP-PR foi representado pelos psicólogos Márcia Walter e Dionísio Banaszewski. Além do Crefito-8, também estiveram presentes membros do Conselho Regional de Farmácia do Paraná (CRF-PR), Conselho Regional de Enfermagem do Paraná (Coren-PR), Sindicato dos Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais do Paraná (Sinfito), Sindicato dos Fonoaudiólogos do Estado do Paraná (Sinfopar) e do Conselho Regional de Fonoaudiologia do Paraná (Crefono 3). Sindicato dos Psicólogos do Paraná (Sindypsi).Durante a reunião, também foram discutidas novas ações como a mobilização nacional em apoio à manutenção dos vetos parciais do Ato Médico que deverá acontecer na próxima terça-feira (06) em Brasília. Em Curitiba, a manifestação pacífica será realizada na quarta-feira (07), às 15h, em frente à Assembleia Legislativa do Paraná.Os órgãos envolvidos pedem apoio à sociedade, principalmente dos membros de conselhos, sindicatos e universidades para conseguirem reunir o maior número de pessoas na manifestação. O objetivo é chamar a atenção para que os parlamentares apoiem a decisão do veto contra o Ato Médico. 

Rolar para cima