Notícia

CRP-PR participa de reunião sobre migrantes e refugiados em Maringá

O Conselho Estadual dos Direitos dos Migrantes, Refugiados e Apátridas do Paraná (CERMA-PR) realizou reunião descentralizada em Maringá neste sábado (18). O Fórum Estadual, vinculado à estrutura da Secretaria de Justiça, Trabalho e Direitos Humanos do Paraná, é o primeiro no país e marca um avanço no Controle Social das Políticas Públicas sobre migração e refúgio no Brasil. O Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR) ocupa vaga no CERMA-PR e compõe a sua mesa diretora, na Secretaria-Geral do Conselho. Através do Núcleo de Psicologia e Migrações (NUPSIM), a entidade tem contribuído para a discussão sobre as dimensões subjetivas do processo de trânsito e migração de pessoas.

Segundo o Psicólogo Cesar Rosário Fernandes (CRP-08/16715), representante do CRP-PR e Secretário-Geral do CERMA, “a Psicologia tem contribuído de muitas formas com os migrantes, através das políticas de assistência social, trabalho e renda, saúde mental, educação. Estamos muito satisfeitos com a atividade do CERMA em Maringá.” Segundo Fernandes, diversas das preocupações do CRP-PR, sobretudo com a necessidade de envolvimento do Estado na provisão das Políticas Públicas, foram expressas por conselheiros e convidados que participaram da reunião. “Sintetizamos uma carta de reivindicações sobre as principais necessidades dos migrantes em Maringá e região. Foi muito importante”, sintetiza o Psicólogo.

Para Katyani Ogura, representante da Casa Civil do Estado do Paraná e presidente do CERMA-PR, a reunião em Maringá significou um avanço em diversos aspectos. “Reunimos representantes governamentais e da sociedade civil, universidades, gestores municipais e migrantes de diversas nacionalidades, como haitianos, venezuelanos, guineenses e portugueses. A reunião foi muito proveitosa.”

A próxima reunião do Conselho está prevista para meados de dezembro, em Curitiba, e deve finalizar o processo de monitoramento do Plano Estadual de Políticas Públicas para Promoção e Defesa dos Direitos de Refugiados, Migrantes e Apátridas do Paraná.

No dia anterior (17), o CRP-PR também participou de uma reunião na Secretária Municipal de Assistência Social de Maringá, com Marta Regina Kaiser e sua equipe. Foram discutidas Políticas Públicas da área para o segmento de migrantes.

Rolar para cima