Notícia

CRP-PR inicia preparação para Conferência Municipal de Políticas sobre Drogas

Na última terça-feira (14), o Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR) recebeu um encontro preparatório para a Conferência Municipal de Políticas sobre Drogas, que acontece nos dias 24 e 25 de junho em Curitiba (Campus Jardim Botânico da Universidade Federal do Paraná).

O encontro contou com a participação do Diretor do Departamento de Políticas sobre Drogas de Curitiba, Marcelo Kimati, e de outros 20 participantes, entre Psicólogas(os), Terapeutas Ocupacionais, enfermeiras e estudantes. Os participantes eram, em sua maioria, atuantes em instituições voltadas a usuários de álcool e outras drogas, como CAPS AD (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas) e comunidades terapêuticas.

A discussão contou com um apanhado histórico das políticas sobre drogas, que até 2012 eram responsabilidade da extinta Secretaria Municipal de Políticas sobre Drogas. Àquela época, as ações eram focadas no PROERD (Prevenção) e parcerias com Comunidades Terapêuticas (tratamento em regime de internação por longos períodos, com foco exclusivo na abstinência). Hoje em dia, o foco recai sobre novas propostas, como ampliação da RAPS (Rede de Atenção Psicossocial) e a visão antiproibicionista.

A Conferência será um momento de construção coletiva da estrutura para política sobre drogas. Um dos pontos defendidos durante a reunião é a importância de aumentar a ação das políticas de Redução de Danos e da Luta Antimanicomial, destacando, ainda, o foco na prevenção. Os participantes lembraram que neste momento é muito importante estar atento a possíveis retrocessos, como o projeto “Paz Paranaense”, que visa a acessar o Fundo Estadual da Política sobre Drogas para financiamento de Comunidades Terapêuticas, entre outras providências. Este projeto foi rejeitado em diversas entidades como o Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas de Maringá, que inclusive   apresentou, em parceria a Universidade Estadual de Maringá (UEM), uma moção de repúdio.

Assim, os principais encaminhamentos da reunião são:

1.      Compromisso com a postura antiproibicionista;

2.      Ampliação da RAPS;

3.      Destaque para a política de Redução de Danos;

4.      O não financiamento com verba pública de entidades da iniciativa privada;

5.      Qualificação de Conselheiros(as) do COMPED (Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas de Curitiba);

6.      Elaboração de moção de repúdio ao projeto “Paz Paranaense”;

7.      Articulação com outras entidades;

8.      Proposição da nova redação à lei municipal que organiza o COMPED.

Semana PREVIDA

A semana PREVIDA, que acontece entre os dias 26 de junho e 1º de julho, está sendo organizada pelas entidades que compõem o CONESD (Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas). O CRP-PR realizará três atividades: dia 26 de junho (domingo), às 12h, uma peça de teatro será apresentada na Feira de Artesanatos do Largo da Ordem, nas Ruínas de São Francisco – o espetáculo infanto-juvenil “Calota e Gasolina em Trânsito” aborda o comportamento no trânsito, álcool e direção –; no dia 27 de junho (segunda-feira), a sede Curitiba recebe, a partir das 18h30, uma mesa-redonda com a participação do médico Dr. Fábio Caldas Mesquita, que falará sobre o tema “Redução de Danos”; na quinta-feira (30), o  documentário: “Pedras, plantas e outros caminhos”, produzido pela Universidade Federal de Uberlândia/MG, será exibido também na sede da capital, às 18h30.

Rolar para cima