Notícia

CFP lança Referências Técnicas do CREPOP para a atuação de Psicólogas(os) na proteção a crianças e adolescentes em situação de exploração sexual

*com informações do CFP

O Centro de Referências Técnicas em Psicologia e Políticas Públicas (CREPOP) lançou em junho uma versão revisada do documento “Referências Técnicas para atuação de Psicólogas(os) na Rede de Proteção à Crianças e Adolescentes em situação de violência sexual” de 2009.

O documento possui quatro eixos que abordam a temática de maneira interprofissional, intersetorial e interdisciplinar: “Dimensão Ético-Política Frente Às Violências Contra Crianças E Adolescentes”; “Psicologia E A Proteção De Crianças E Adolescentes Em Situação De Violência Sexual”; “Atuação Do Psicólogo Nos Serviços Da Rede De Proteção”; e “Espaços De Construção E Defesa Das Políticas Públicas: Gestão Como Compreensão Ampliada E Interligada Na Defesa Da Política”.

Em entrevista concedida ao site do Conselho Federal de Psicologia (CFP) a presidente Ana Sandra Fernandes Arcoverde Nóbrega (CRP-13/5496) ressalta que as referências técnicas possibilitam a construção de subsídios no diálogo com gestoras e gestores na construção de políticas públicas em todas as esferas. Já a conselheira do CFP Marina De Pol Poniwas (CRP-08/13821) avalia que a Psicologia pode contribuir muito com o reconhecimento de crianças e adolescentes como sujeitos de direitos —conquista civilizatória fruto de muita luta. “A Psicologia pode contribuir, por exemplo, para que nos processos de implementação de políticas públicas sejam assegurados espaços de debate, reflexão das subjetividades, considerando sempre os aspectos sociais e culturais que envolvem as dinâmicas familiares”, explica.

A presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) e ex-conselheira do CFP, Iolete Ribeiro da Silva (CRP-20/00369), que participou da elaboração do documento, afirma que “as referências têm embasamento no marco legal de proteção à infância e a adolescência no país, então a sustentação das concepções básicas do documento tem sintonia com as recomendações básicas do Conanda para o enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes”.

Importância das referências técnicas do CREPOP

Segundo o Assessor Técnico em Pesquisas do CRP-PR, Altieres Edemar Frei (CRP-08/20211), que representa o Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR) no CREPOP, as Referências Técnicas que a Rede CREPOP disponibiliza são um instrumento importante, “pois acabam tendo relevância política tão importante quanto relevância técnica, na medida em que são produzidas e respaldadas em pontos que nos são caros enquanto Psicólogas(os) e que dizem respeito ao funcionamento do Estado democrático, da luta por Políticas Públicas e da defesa intransigente dos Direitos Humanos”. Altieres ainda complementa: “em tempos em que a ciência é aviltada, as referências técnicas funcionam como balizas e instrumentos para resistências de ordem ético-política, portanto, posto que há disputa de poder nas formas de saber, como nos aponta a máxima foucaultiana”.

CRP-PR no CREPOP

Por entender a importância do CREPOP para a produção destas e outras referências técnicas para a atuação profissional, em novembro de 2019 o CRP-PR voltou a integrar o grupo nacional, que reúne o Conselho Federal de Psicologia (CFP) e demais Conselhos Regionais de Psicologia (CRPs) e promove, desde 2006, a qualificação da atuação de profissionais da Psicologia que atuam em diferentes políticas públicas.

Saiba Mais

O terceiro episódio do podcast CFP Debate traz como tema o lançamento do novo documento.

Rolar para cima