Notícia

Conselho de Assistência Social tem novos membros

Os 18 novos conselheiros de entidades não-governamentais, titulares e suplentes, do Conselho Municipal de Assistência Social de Curitiba (CMAS) tomaram posse nesta sexta-feira (14) em cerimônia realizada na Prefeitura para a gestão do biênio 2014-2015.

O CMAS é o órgão que reúne representantes do governo e da sociedade civil para discutir, estabelecer normas e fiscalizar a prestação de serviços sociais públicos e privados no município.

Compõem o conselho, paritariamente, nove conselheiros titulares e nove suplentes ligados a entidades não-governamentais, eleitos em novembro de 2013, e outros nove titulares e nove suplentes de órgãos da administração municipal. O cargo é exercido voluntariamente. A presidência do conselho é alternada anualmente entre um representante governamental e outro não-governamental.

“Nosso primeiro compromisso é ter transparência. O segundo é o diálogo total, a relação honesta com a cidade e entidades. Quem se propõe ao trabalho voluntário precisa ter essa compreensão em relação ao poder público”, afirmou o prefeito Gustavo Fruet, que participou da cerimônia. “A sociedade tem que definir onde devem ser aplicados os recursos públicos. Este debate vai nos ajudar a definir os rumos e a construir uma sociedade mais solidária”, disse o prefeito.

“Este não foi um ano fácil. Foi um ano de muita discussão e de um bom debate. O CMAS norteia os rumos da assistência social em Curitiba. É um conselho soberano que orienta nossas ações”, disse a presidente da Fundação de Ação Social (FAS), Marcia Oleskovicz Fruet.  Para Marcia, a presença de conselheiros não-governamentais em um órgão como esse permite que as entidades façam com que “a política pública seja efetiva em sua base”.

O atual presidente do CMAS, José Araújo da Silva, que permanece como presidente até a próxima reunião ordinária do conselho, lembrou que nas últimas gestões o CMAS avançou muito, mas ainda há muito a se construir. “Precisamos participar ativamente do processo de reordenamento dos serviços da assistência social e acompanhar as contrapartidas das entidades que prestam serviços”, afirmou. “Temos uma legislação moderna que tornou o SUAS [Sistema Único de Assistência Social] uma gestão de estado. Lembro aos novos conselheiros a grande responsabilidade que têm: a participação é voluntária mas com muita seriedade”, concluiu.

Tomaram posse como novos membros do CMAS as seguintes entidades e seus representantes: Ação Social do Paraná (titular: Giceli Stoco; suplente: Daiana Sprada); Associação Franciscana de Educação ao Cidadão Especial – Afece (titular: Nilda Mott Loiola Gonçalves; suplente: Maíra de Oliveira Costa); Pequeno Cotolengo do Paraná – Dom Orione (titular: Priscila Guimarães Rodrigues; suplente: Rafael Cardeal Oganauskas); Sociedade Bíblica do Brasil (titular: Isabelle Laurindo Farias; suplente: Helio Dias da Costa); Movimento Nacional de População de Rua (titular: Leonildo José Monteiro Filho; suplente: Edson Luiz de Souza); Pastoral da Pessoa Idosa (titular: José Araújo da Silva; suplente: Neiva Silvana Hack); Associação de Musicoterapia do Paraná (titular: Jakeline Silvestre Fascina Vitor; suplente: Camila Siqueira Golveia Acosta Gonçalves); Conselho Regional de Psicologia do Paraná (titular: Pedro Braga Carneiro; suplente: Daniela Annunziato); e Conselho Regional de Serviço Social do Paraná (titular: Eliane Silveiro Betiato; suplente: Inês Barbosa).

Também participaram da cerimônia de posse as vereadoras Julieta Reis e Professora Josete, além de secretários municipais.

Fonte: www.curitiba.pr.gov.br/noticias

Rolar para cima