COF e colaboradoras(es) participam de encontro para debater a Resolução nº 006/2019

A Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) do Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR) busca a constante atualização, como parte dos esforços para prestar um atendimento qualificado para a categoria e para a sociedade, previstos na Política de Orientação e Fiscalização. Neste sentido, a equipe de cinco orientadoras fiscais que atuam em Curitiba, Londrina e Cascavel participaram, em abril, de um encontro para debater aspectos da nova Resolução CFP nº 006/2019, que passará a reger a elaboração de documentos escritos por Psicólogas(os) 90 dias após publicação em Diário Oficial da União, em 01 de abril.

O encontro contou com a participação da conselheira Mari Angela Calderari Oliveira (CRP-08/01374), coordenadora da Comissão de Avaliação Psicológica de Curitiba, que foi a representante do CRP-PR do Grupo de Trabalho nacional que culminou com a nova resolução e pôde dar mais explicações aos presentes.

O encontro ainda teve a presença de duas representantes do Grupo de Trabalho nacional sobre Escuta de Crianças e Adolescentes Vítimas de Violência, Deisy Maria Rodrigues Joppert (CRP-08/01803) e Angela Sanson Zewe (CRP-08/06216), que trataram de demandas das(os) profissionais e da Nota Técnica nº 003/2018, bem como do Departamento Jurídico e da Comissão de Mobilidade Humana e Trânsito.

Aprimoramento contínuo

A COF também participou, em fevereiro deste ano, do encontro de COFs da região Sul do país, que aconteceu em Florianópolis. Segundo entrevista concedida à época por Ludiana Cardozo Rodrigues (CRP-08/14941), conselheira do CRP-PR e presidente da COF, o encontro é importante para trocar experiências. “As demandas são muito semelhantes em função das regiões. A gente discute os pontos críticos que vêm de dúvida da COF, para ver como cada Estado está manejando. Assim nós vamos construindo com as trocas de informações”, explica.

Rolar para cima