Notícia

CFP alerta sobre testes psicológicos divulgados indevidamente na internet e pede providências à Polícia Federal

O Conselho Federal de Psicologia enviou, recentemente, ofício aos Conselhos Regionais informando ter conhecimento, desde 2008, de que vários sítios na rede mundial de computadores têm divulgado indevidamente testes psicológicos para leigos, inclusive, ensinando candidatos de concursos públicos como respondê-los para conseguir aprovação nas provas.

A partir disso o CFP diz ter dialogado com os provedores desses sítios esclarecendo sobre a legislação brasileira e informando que a utilização de testes psicológicos por profissionais não psicólogos incorre no cometimento da contravenção penal do exercício ilegal da profissão, haja vista que se trata de método ou técnica privativa do psicólogo.

Além disso o Conselho Federal de Psicologia entrou em contato com a Polícia Federal, para solicitar auxílio no caso dos provedores que não retiraram do ar, a pedido do CFP, os conteúdos indevidos e também para tomar providências em relação aos sítios que estão hospedados em provedores estrangeiros e, portanto, não precisam seguir a legislação brasileira.

Até o momento,segundo o Conselho Federal de Psicologia, a Polícia informou que está em diálogo com a Interpol para resolver o caso dos sítios estrangeiros e que está tomando as providências para o caso dos sítios brasileiros.

O CFP também realizou uma reunião com o Ministério Público Federal para discutir o assunto.

Rolar para cima