Notícia

A perda da psicóloga Telma Fontoura


Foi encontrado ontem (12/07) o corpo da psicóloga Telma Fontoura (CRP-08/00748), de 53 anos, que estava desaparecida desde o final da tarde de domingo , quando saiu para caminhar na praia de Shangri-lá, em Pontal do Paraná, e não retornou mais.
Segundo informações da Polícia o corpo, enviado para o Instituto Médico Legal de Paranaguá, apresentava sinais de estrangulamento.
O velório aconteceu essa tarde (13), na Capela Vaticano, em Curitiba.
Telma Fontoura  se formou em Psicologia na PUCPR, em Curitiba, em 1980. Há 27 anos ela atuava como docente na  instituição e atualmente a psicóloga também  coordenava um grupo de pesquisa no Hospital Maternidade Alto Maracanã, em Colombo.
“Telma Fontoura  foi daquelas defensoras da Psicologia e da Ética das quais tanto desejamos em nossa categoria profissional. Formadora de novos profissionais… que, se  aproveitaram a oportunidade de intercâmbio de conhecimentos com a Telma, certamente serão éticos e cidadãos comprometidos com o desenvolvimento social, com a Justiça e igualdade de deveres e direitos”, comentou a Coordenadora Técnica de Políticas Públicas do CRP-08, psicóloga Célia Mazza de Souza (CRP-08/02052).
Rolar para cima