Movimentos em prol da População em Situação de Rua protestam contra mortes e pedem ações efetivas da Prefeitura

Após quatro mortes de pessoas em situação de rua em Curitiba, diversos movimentos sociais marcaram para o dia 26 de junho, às 18h, na Praça Rui Barbosa, uma vigília para pedir ações efetivas da Prefeitura Municipal em prol das pessoas que não possuem moradia.

Segundo a coordenadora do Núcleo de População em Situação de Rua (PopRua) do Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR), Aline Cristina Araújo Vargas (CRP-08/19157), o que se espera é que seja elaborado um plano de promoção de moradia ou reinserção nas famílias de origem, uma vez que não há vagas suficientes nos abrigos – dados oficiais mostram que há 1715 pessoas nas ruas, contra 1200 vagas nas unidades de acolhimento, mas as equipes dos Consultórios na Rua chegam a falar em três mil pessoas, segundo Aline.

“Além disso, está havendo violência contra esta população, com registros de retirada compulsória dos pertences, como documentos e cobertores, que são posteriormente descartados”, afirma. “A prefeitura criminaliza a população que está na rua dizendo que essas pessoas não querem atendimento, mas não apresenta um plano efetivo para dar moradia a elas.”

Além da vigília, as entidades, entre elas o CRP-PR, assinam uma carta aberta à população de Curitiba com informações sobre a real situação das pessoas em situação de rua – incluindo as quatro mortes recentes – e a abordagem inadequada da FAS (Fundação de Ação Social). As solicitações da carta incluem “uma verdadeira política municipal para a população em situação de rua, com adesão à política nacional, de forma intersetorial, que extrapole a política de assistência social e inclua as outras secretarias neste esforço” e a realização de pesquisas para o acompanhamento da situação.

Serviço

Vigília pelos direitos da população em situação de rua

Data: 26 de junho

Horário: 18h

Local: Praça Rui Barbosa, centro de Curitiba.

O Núcleo de População em Situação de Rua do CRP-PR promove, no próximo dia 29 de junho, uma reunião aberta à categoria para debater ações acerca da temática. O Núcleo faz parte da Comissão de Direitos Humanos e é coordenado pela Psicóloga Aline Cristina Araújo Vargas (CRP-08/19157).

Serviço

Data: 29 de junho

Horário: 14h

Local: Av. São José, 699, Cristo Rei, Curitiba-PR.

*A atividade é gratuita e não é preciso realizar inscrição.