Mês de prevenção ao suicídio terá eventos em diversos locais

A campanha Setembro Amarelo é uma iniciativa mundial que tem como objetivo contribuir com a conscientização da população sobre o suicídio e suas formas de prevenção.

No Paraná, as cidades de Maringá e Curitiba divulgaram a programação de atividades voltadas para a população em geral e também para profissionais. A abertura oficial em Maringá acontece no dia 16 de setembro (sábado), mas a primeira atividade já acontece na sexta-feira (15) voltada para enlutados e impactados pelo suicídio.

 

Confira aqui a programação para Maringá.

 

Também nesta semana, em Curitiba, a prevenção ao suicídio será tratada em um seminário nos dias 15 e 16 na Universidade Federal do Paraná.

O evento tem como objetivo debater e propor formas de prevenção ao suicídio a partir de diálogos e discussões ativas acerca do tema.

Programação

Sexta-feira (15/09)

18h: Inscrições

19h às 19h30: Mesa de abertura com a participação da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da UFPR, SMS, SESA/PR e CVV

19h30 às 20h30: Palestra: Cuidando de pessoas com ideação suicida
Profª Drª Sabrina Stefanello

 

Sábado (16/09)

 

9h às 10h30: Palestras com SESA/PR e SMS

Dados epidemiológicos do estado do Paraná e do município de Curitiba

10h45 às 12h: Palestras

Apresentação dos trabalhos de pesquisa da UFPR

14h: Grupos de trabalhos (GTs)

Temáticas:

GT1 – Prevenção

GT2 – Situações de urgências/emergências

GT3 – Apoio familiar

GT4 – Atenção e acompanhamento às pessoas em situação de vulnerabilidade

GT5 – A escola como espaço de prevenção do suicídio

GT6 – Prevenção do suicídio em idosos

16h: Resultados dos GTs

17h30: Encerramento

 

 

Londrina

Em Londrina, o Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR) promove, no dia 23 de setembro, um evento voltado para a população em geral sobre prevenção ao suicídio e a atuação da(o) Psicóloga(o). O PrevenirPsi terá palestras sobre identificação de ideações suicidas e formas de ajudas pessoas nessa situação. Confira a programação e se inscreva aqui.

 

As(Os) mesmas(os) palestrantes estarão em outro evento, no auditório da Torre Montello, em Londrina. A atividade faz parte do projeto “ABPMC Comunidade” e terá o apoio do CRP-PR e de outras entidades. Será no dia 26 de setembro, às 19h30; as vagas são limitades e para participar basta levar 1 kg de alimento não perecível.

Estatísticas

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que o suicídio é a causa de uma morte a cada 40 segundos no mundo; aproximadamente 883 mil pessoas se matam a cada ano. O Brasil se encontra na oitava posição dos países com maior número de suicídios, segundo ranking divulgado em 2014 pela OMS.

De acordo com o Mapa da Violência 2017, em 12 anos a taxa de suicídios na população brasileira de 15 a 29 anos subiu de 5,1 por 100 mil habitantes em 2002 para 5,6 em 2014, totalizando um aumento de quase 10%.

Segundo estimativas da organização, 90% dos suicídios poderiam ter sido evitados. Diversas medidas podem ser tomadas neste sentido, como a tratamentos psicológicos, a difusão de informações sobre sinais de risco do suicídio e o fortalecimento de redes de atendimento.

 

Setembro Amarelo

Desde 2014 a campanha Setembro Amarelo tem visado à conscientização sobre a prevenção do suicídio. Com a ampla divulgação de informações sobre o suicídio e com a identificação de locais públicos e particulares com a cor amarela, o movimento acontece durante o mês de setembro em todo o mundo.

A campanha alerta que o estigma em torno dos transtornos mentais e do suicídio faz com que muitas pessoas que estão pensando em tirar suas próprias vidas não recebam a ajuda necessária. Como parte da solução, o debate deve ser ampliado e o assunto não deve ser um tabu: a prevenção ao suicídio é essencial e, ao contrário do que já se pensou, falar sobre o tema não incentiva a prática. Se feito de forma responsável, a atenção de familiares, amigos e, principalmente, profissionais pode ser fundamental.