Lei da Ficha limpa torna inelegíveis profissionais cassados há até oito anos

A Lei da Ficha Limpa, aprovada em 2010 a partir de uma iniciativa popular que contou com 1 milhão de 600 mil assinaturas, representou um passo em direção a uma política com menos corrupção. De acordo com a lei, tornaram-se inelegíveis pessoas que cometerem diversos tipos de crime ou infrações até oito anos antes das eleições das quais pretendem participar.

No rol de infrações que impedem a candidatura nos pleitos municipais, estatuais e nacional estão aquelas que culminaram em cassação do direito a exercer uma profissão. Com base nesta legislação, o Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR) atendeu a um pedido do Tribunal Regional Eleitoral do Estado e enviou a lista dos graduados em Psicologia que receberam a sanção máxima em processos éticos finalizados a partir de 2010.

Desta forma, o CRP-PR está contribuindo para eleições mais transparentes, em que as(os) candidatas(os) estejam em dia com os pré-requisitos legais.